Belutti Web Rádio

Acontece!

Ocorreu um erro neste gadget

Ads by Smowtion Media

Novo terremoto mata um na Itália; mortos na região de L'Aquila passam de 200


A região da cidade de L'Aquila, em Abruzzo, no centro da Itália, voltou a sofrer um forte abalo sísmico, no ínicio da noite desta terça-feira (hora local), um dia depois do terremoto que matou mais de 200 pessoas. Segundo informações preliminares, uma pessoa morreu com o novo tremor.

Epicentro do terremoto que matou dezenas na ItáliaA vítima do novo tremor seria morador de Santa Rufina di Roio, a sete quilômetros de L'Aquila. As cidades de Fossa, Rocca di Cambio e Sant'Eusanio estão em um raio de três quilômetros do epicentro do novo terremoto e foram as mais afetadas, segundo a Defesa CivilO terremoto desta terça-feira foi de 5,6 graus na escala Richter, segundo o Instituto de Geofísica dos EUA, e ocorreu às 19h45 (hora local, 14h45 pelo horário de Brasília). Os moradores de Roma voltaram a sentir a terra tremer com o novo abalo.Com o tremor desta terça, alguns prédios já danificados no terremoto de segunda ficaram totalmente destruídos. As equipes de resgate que trabalhavam na busca por sobreviventes foram surpreendidas. A magnitude do terremoto que deixou mais de 200 mortos na segunda-feira foi de 6,3 graus na escala Richter, segundo o Instituto de Geofísica dos EUA. No entanto, o Instituto Nacional de Geofísica da Itália diz que foi de 5,8 graus.Sem ajuda internacionalNesta terça-feira, o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, declarou que seu país não precisa de ajuda internacional para socorrer as vítimas do terremoto que atingiu a região de Abruzzo na madrugada desta segunda-feira (6)."Agradeço aos países estrangeiros por sua solidariedade, mas pedimos a eles que não mandem ajuda", disse Berlusconi, que concedeu uma entrevista coletiva na cidade de L'Aquila, epicentro do temor, que atingiu 6,3 graus na escala Richter e, segundo o próprio primeiro-ministro, matou 207 pessoas, das quais 17 ainda não foram identificadas.O premier, que retornou hoje à área mais atingida pelo desastre, afirmou ainda que a Itália "é capaz de responder sozinha às exigências". "Somos um povo altivo. Agradeço, mas somos suficientes sozinhos", ressaltou ele.Além disso, Berlusconi assegurou que 30 milhões de euros serão destinados de forma imediata aos desabrigados. Porém, ele afirmou que posteriormente será feito um pedido aos fundos europeus que pode chegar a algumas centenas de milhões de euros.Segundo o Consulado do Brasil em Roma, ainda não há informações sobre brasileiros feridos. Nenhum brasileiro entrou em contato com o serviço consular para alegar problemas causados pelo terremoto. O Consulado não soube precisar o número de brasileiros que vive na região de Abruzzo.
Ocorreu um erro neste gadget