Belutti Web Rádio

Acontece!

Ocorreu um erro neste gadget

Ads by Smowtion Media

Immersion lança Bíblia digital com conteúdo para todos


No princípio, a cultura e as informações eram difundidas de boca em boca - a tradição oral que atravessou os tempos reproduzindo toda as experiências da humanidade. O primeiro sistema de escrita, uma forma primitiva de cuneiforme, teria surgido na Mesopotâmia em 3.200 a.C. Mas a primeira revolução de mídia foi o surgimento do texto gravado em pedra com as 282 leis que o Rei Hamurabi, da Babilônia, recebeu do deus sol por volta de 1.700 a.C.
Outro texto também gravado em pedra foi o Decálogo - os dez mandamentos do povo hebreu - que o profeta Moisés recebeu oralmente no Monte Sinai e depois o próprio criador teria impresso nas tábuas da lei, que seriam placas de pedra calcária, uma rocha comum na região.
Já a Bíblia, que foi o primeiro livro impresso em papel por Gutemberg (o inventor da imprensa, em 1455) e tornou-se o maior best-seller da cultura ocidental (hoje traduzido para 2.400 línguas), embarca agora na nova revolução de mídia: a digital.
O livro considerado sagrado para sexta parte da humanidade (cerca de um bilhão de pessoas) chega no computador em português como jamais foi visto, lido e ouvido antes. O Glow, a Bíblia interativa e multimídia, leva o leitor a uma imersão nos tempos bíblicos, numa espécie de viagem no túnel do tempo, por meio de três horas de meia de vídeos em HD, 546 passeios virtuais em 360 graus, 21.300 fotografias em alta definição, 711 reproduções de obras de arte, mais de 140 mapas e sete mil artigos. São três CD-ROMs, ao preço sugerido de R$ 119.
- Queremos levar as pessoas a lerem a Bíblia de um modo como nunca leram antes em sua vida, permitindo que tenham uma experiência de imersão no texto bíblico e na história, participando de todo o contexto, vendo como eram e como são hoje os locais onde aconteceram os fatos relatados no Velho e Novo testamentos - explica Nelson Saba, o engenheiro aeronáutico brasileiro formado no Instituto de Tecnologia da Aeronáutica e CEO da Immersion Digital, empresa sediada em Orlando (EUA), proprietária dos direitos da Bíblia Glow. Aqui, ela é publicada em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil, que forneceu os textos originais em português, com quatro traduções diferentes.
Esta versão digital da Bíblia reúne três dimensões: a letra, a imagem e a tecnologia. Pode ser lida por meio de cinco lentes ou interfaces diferentes - o texto bíblico em si, a cronologia da história bíblica, atlas geográfico, tópicos, mídia e um perfil do usuário, onde ele pode fazer suas próprias anotações, comentários e programar um rotina de leitura.
Além de ser a única Bíblia do mundo que associa o texto sagrado ao entretenimento, o Glow tem um conteúdo literário de excelência. São quatro traduções em português e uma em inglês na versão King James (a primeira tradução da Bíblia para a língua inglesa) e uma espécie de enciclopédia sobre a Bíblia.
Mesmo para quem não tem a Bíblia como seu livro de regras e práticas religiosas, imagine a oportunidade de conhecer o Oriente hoje e nos tempos de Jesus, dos profetas e reis do povo judeu, por meio das histórias que formaram o sistema judaico-cristão de conhecimento. Bíblia é cultura. E a digital pretende dar ao livro milenar um formato pop e multimídia dos novos tempos.
A velha Bíblia de capa preta com fios dourados e marcador de cetim vermelho vai dar lugar a uma nova biblioteca de 18 gigabytes, que pode ser levada no seu computador portátil. O próximo passo, diz Nelson Saba, é criar um aplicativo para smartphones.
- A Bíblia Glow é uma alternativa para o impresso a fim de atender à demanda das gerações digitais, que não se concentram bem no papel - explica Nelson Saba, radicado desde 1985 nos EUA, onde fundou a Immersion em 2007.
Lançada em outubro do ano passado nos Estados Unidos com o nome de Glo (sem o "w"), a nova Bíblia foi a primeira digital a conquistar lá o Prêmio de Bíblia do Ano, da ECPA (Evangelical Christian Publisher Association). Livro mais vendido e mais roubado de livrarias americanas, a Bíblia movimenta nos EUA um mercado de US$ 600 milhões por ano. No Brasil, só a Sociedade Bíblica do Brasil imprime dez milhões de bíblias anualmente. Publicado em língua inglesa na Inglaterra, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul, o Glow sai pela primeira vez em outro idioma, o português.As próximas traduções da Bíblia interativa serão em espanhol, mandarim, coreano, alemão e francês. A previsão é de que, em janeiro de 2011, a nova Bíblia chegue finalmente a China, onde já foi aprovada pelo governo.
Ocorreu um erro neste gadget