Belutti Web Rádio

Acontece!

Ocorreu um erro neste gadget

Ads by Smowtion Media

Chuvas matam em Santa Catarina


Pelo menos 65 pessoas morreram vítimas das fortes chuvas que atingiram Santa Catarina e provocaram enchentes e deslizamentos de terra desde a última semana, informou nesta terça-feira (25) a Defesa Civil estadual. Cerca de 60 municípios foram prejudicados, dos quais oito estão isolados pelas águas. Há 1,5 milhão de pessoas afetadas. Quase 50 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas. A cidade de Ilhota é que tem mais mortes confirmadas. São 15, até o momento. De um avião que sobrevoou a área, funcionários do governo do estado tiraram fotos em que mal se identifica o que é rio e o que é cidade. De acordo com um levantamento feito pela Defesa Civil na manhã desta terça, as outras localidades que registraram mortes foram Brusque (1), Gaspar (10), Blumenau (13), Jaraguá do Sul (12), Pomerode (1), Bom Jardim da Serra (1), Luiz Alves (4), Rancho Queimado (2), Benedito Novo (2) e Rodeio (4). Quatro municípios - Gaspar, Rio dos Cedros, Nova Trento e Camboriú - decretaram estado de calamidade pública. Outros oito estão em situação de emergência. São eles: Balneário de Piçarras, Canelinha, Indaial, Nova Trento, Penha, Paulo Lopes, Presidente Getúlio e Rancho Queimado. Além das diversas casas atingidas por deslizamentos de terra e da cheia de rios, muitas estradas do estado estão interditadas por queda de barreiras e alagamentos. Cerca de 500 homens do Exército ajudam a prestar socorro às vítimas das enchentes em Blumenau, cidade mais afetada pelas chuvas. "Santa Catarina enfrenta a pior tragédia climática da história", disse o governador do estado, Luis Henrique da Silveira (PMDB), em entrevista coletiva. Após uma conversa de Silveira com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governo federal colocou à disposição os suprimentos necessários, informou a Defesa Civil. Tempo A chuva deu uma trégua em praticamente todo o estado de Santa Catarina na madrugada desta terça, segundo a Defesa Civil. Chovia apenas no litoral, mas os índices pluviométricos não passavam de 1 milímetro por hora, o que é uma chuva considerada de pequena intensidade. Os índices mais preocupantes são aqueles que passam dos 10 milímetros por hora. A previsão do tempo indica chuva em Florianópolis nesta terça, de acordo com dados do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Para Blumenau, o CPTEC coloca a probabilidade de chuva em 10%. Serviços Em razão dos temporais, os Correios suspenderam os serviços de Sedex 10 e Sedex Hoje no estado. Os demais serviços - inclusive o Sedex normal - estão mantidos. No entanto, o cliente será informado, no ato da postagem, de que o prazo de entrega poderá ser mais longo do que o praticado normalmente. Em caso de dúvida, o cliente poderá procurar orientação nas agências ou por meio do "Fale Conosco" do site dos Correios. As chuvas também causaram o rompimento de um duto da Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG) entre as cidades de Luiz Alves e Blumenau. A empresa informou que o abastecimento foi interrompido do município de Guaramirim até o Rio Grande do Sul.
Ocorreu um erro neste gadget