Belutti Web Rádio

Acontece!

Ocorreu um erro neste gadget

Ads by Smowtion Media

AIDS entre os mais intelectuais? Escolarizados? Secularizados! Hum...Hum...

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta quarta-feira (12) aponta que a Aids avança entre as pessoas mais escolarizadas no Estado de São Paulo. Diferentemente do que ocorria há dez anos, atualmente a infecção pelo HIV tem atingido predominantemente aqueles com mais de oito anos de estudo.
Os dados mostram que as pessoas mais escolarizadas, embora saibam se prevenir, vêem a Aids como algo distante.
Em 1997, 12,2% das mulheres que contraíram Aids no Estado tinham entre 8 e 11 anos de estudo. No ano passado esse índice chegou a 25,4%. Já os homens que estudaram de 8 a 11 anos representaram 26,8% do total de casos no ano passado, contra 15,3% em 1997.
Entre aqueles que possuem mais de 12 anos de estudo também houve aumento da incidência de contaminação por HIV, que passou de 3,5% para 4,3% no caso das mulheres e de 6,9% para 8% no caso dos homens, no mesmo período de 10 anos.
Por outro lado, de acordo com a secretaria houve redução de casos de HIV notificados entre os paulistas menos escolarizados, com um a três anos de estudo. No caso das mulheres com esse grau de escolaridade, caiu de 33,2% do total de casos em 1997 para 7,5% no ano passado. Entre os homens desse grupo a incidência de Aids passou de 28% para 5,3% no mesmo período.
Ocorreu um erro neste gadget